fbpx
Cultura e Mercado

III Mercado Cultural/Strictly Mundial 2001

Casa Via Magia organiza ótima oportunidade para a cultura brasileira de ganhar visibilidade internacional.Em meio a tantas discussões sobre globalização, arte nacional, indústria e políticas culturais, que marcam a estréia de Cultura e Mercado, é preciso falar do importante III Mercado Cultural que a Casa Via Magia de Salvador promove agora em dezembro de 2001. Através dela o mundo lançará um olhar sobre a cultura brasileira, em especial a música, o teatro e a dança. Ao mesmo tempo, o país terá uma porta aberta para as manifestações artísticas da América Latina, Caribe, Europa, Estados Unidos e África. Inserindo o Brasil no centro das articulações sobre políticas culturais, o III Mercado Cultural / Strictly Mundial 2001 acontecerá em Salvador, Bahia, entre 4 e 14 de dezembro deste ano.

Oportunidade para encontros entre artistas, agentes, produtores, diretores de festivais, promotores culturais e representantes de centros culturais nacionais e internacionais, o MERCADO CULTURAL abrigará apresentações de artistas e grupos, conferências e uma feira de artes (a FALA, com stands e espaço para shows, performances e recitais de poesia), além de workshops e o Festival Pan Americano de Cinema.

Entre os artistas já selecionados para integrar a programação estão os brasileiros Ná Ozzetti (São Paulo), José Miguel Wisnik (São Paulo), Arnaldo Antunes (São Paulo), Dona Teté (Maranhão), Cordel do Fogo Encantado (Pernambuco), Lia de Itamaracá (Pernambuco), Riachão (Bahia), DJ Dolores (Pernambuco), Dona Ivone Lara (Rio), Carlos Malta e Pife Muderno (Rio), Roberto Mendes (Bahia), Coco de Zambê (Rio Grande do Norte) e Pio Lobato (Pará). A ala internacional reúne, entre outros, Pig Iron (grupo de teatro dos Estados Unidos), Cia Claúdio Bernardo (grupo de dança da Bélgica), Lila Downs (cantora mexicana), Moira (artista parisiense) e Carlos Aguirre (compositor argentino). Veja relação completa no site www.viamagia.com.br.

Strictly Mundial
A terceira edição do Mercado Cultural – já realizado em 99 e 2000, em Salvador – terá um incremento com a presença do Strictly Mundial,feira de música criada pelo Fórum Europeu de Festivais de Música do Mundo (EFWMF), uma rede de festivais independentes que desenvolveu o Womex, em 1999, na Alemanha. A primeira edição do Strictly Mundial aconteceu em 2000, em Zaragoza, na Espanha.

Criado com o objetivo de diminuir as distâncias entre os artistas e aindústria fonográfica, é também uma plataforma de reuniões que serve para catalisar novos conceitos, projetos futuros e negociações. A intenção é diminuir as dificuldades de difusão da arte, articulando músicos contemporâneos de diversos países, fazendo uma interferência em espaços vazios da música popular da América Latina, e injetando um novo ânimo junto aos compositores contemporâneos.

A proposta dessa aliança de feiras culturais é traçar um retrato da produção cultural atual dos países participantes – das manifestações mais tradicionais à contemporaneidade, possibilitando o intercâmbio, a troca de experiências, a difusão de idéias, a transmissão de conhecimentos, a abertura de novos mercados, a geração de negócios e a distribuição da produção cultural. O objetivo do Mercado Cultural é dar espaço para a criatividade e a expressão de linguagens que estão fora do circuito da indústria do entretenimento, formando uma rede cultural significativa de dimensão mundial.

Instituto Cultural Casa Via Magia
O Mercado Cultural é promovido pelo Instituto Cultural Casa Via Magia, entidade que atua há 20 anos e desenvolve trabalhos culturais e educacionais sem fins lucrativos, como projetos de residências para artistas e assessoria a projetos educativos, sociais e comunitários fornecendo supervisão para elaboração de currículos interdisciplinares, novas práticas e materiais em educação. Esse centro de educação e arte que atende crianças e adultos, com formação em teatro, dança e música, foi fundado em São Paulo e estabeleceu-se há 18 anos em Salvador. Desde então o projeto da escola baseia-se na pesquisa e produção de novas idéias e materiais em educação, consolidando-se como um centro de treinamento para educadores. Seu grupo de teatro, em 19 anos, montou 21 espetáculos teatrais e desenvolveu projetos como Via Bahia Festival, Celebração da Herança Africana, Enfim Solos e Conexão Latina.

Por meio de sua ligação com as redes de produtores culturais de vários países promove há três anos o Mercado Cultural e coloca a Bahia e o Brasil no centro do intercâmbio cultural internacional. São parcerias com o Fórum Europeu de Festivais de Música do Mundo e a Rede Latino-Americana de Promotores Culturais (LA RED de Promotores Culturales de Latinoamérica y el Caribe). Associação de centros culturais da América Latina e Caribe, essa Rede congrega várias ongs que captam recursos para fazer a difusão da informação e a distribuição da produção cultural.

Curadoria
Com direção geral de Ruy Cezar Silva, responsável pela definição de rumos e estética do evento, que também assina a curadoria de teatro e dirige a Casa Via Magia, o Mercado conta com o trabalho do curador convidado para a área de música, o pianista e produtor cultural Benjamim Taubkin. Atuam como co-curadores Octavio Arbeláez Tobón, presidente da Rede Latino-americana de Produtores Culturais; Carles Sala e Patrick DE Groote, os dois ligados ao Fórum Europeu de Festivais de Música do Mundo.

“Alguns dos mais significativos grupos e artistas do mundo estarãoreunidos na capital da Bahia. É preciso enxergar a dimensão do encontro e o que ele representa para os artistas e produtores brasileiros”, afirma Ruy Cezar Silva, diretor do Mercado Cultural.

Ruy Cezar Silva
Ator, diretor de teatro e educador, Ruy Cezar Silva dirige, ao lado de sua mulher, a atriz e educadora Rô Reyes, o Instituto Cultural Casa Via Magia. Ruy Cezar Silva foi presidente da Rede Latino-americana de Promotores Culturias e da Rede Cultural do Mercosul. Atualmente é diretor do ICE (Institute to Culture Enterprise), com sede em Nova York. Por meio de sua atuação nessas instituições, diversos projetos de circulação de artistas, fóruns culturais e conferências na América Latina, Estados Unidos e Europa tiveram a sua participação como coordenador ou palestrante.

Apoio internacional
O Mercado Cultural conta com o apoio de entidades internacionais como a Ford Foundation, Arts International, New York Film Festival, International African Institute, Parlamento Latino-americano e UNESCO. Entre os parceiros nacionais estão a Rede Brasil de Promotores Culturais, Teatro Castro Alves, Fundação Cultural do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia, entre outros.

Expectativa dos eventos em Salvador
Os eventos serão realizados no Teatro Castro Alves (capacidade para 1.500 pessoas), na Concha Acústicado Teatro Castro Alves (5 mil pessoas), na Sala do Coro do Teatro Castro Alves (200 pessoas), no Teatro da Associação Cultural Brasil Estados Unidos (ICBA, 450 pessoas), no Teatro do Instituto Goethe / ICBA (200 pessoas), no Pelourinho (Centro Histórico de Salvador,10 mil pessoas em circulação diária) e no MAM (Museu de Arte Moderna da Bahia, 5 mil pessoas).

A expectativa é receber mais de 1.500 artistas participantes que, além de realizar performances no evento, participarão de um grande intercâmbio cultural das artes. Na edição do ano passado foi estimado um público de 50 mil pessoas nas atividades nos teatros e 300 mil nos eventos de rua. Como balanço do evento, negócios foram efetivados, assim como contratações de grupos de música, teatro e dança para festivais ou turnês em vários países.

A estimativa é que o III Mercado Cultural envolverá diretamente 600 agentes culturais de toda a América Latina, Caribe, Europa, Estados Unidos, África, Austrália, incluindo os mais importantes centros culturais do mundo.

Serviço
III Mercado Cultural / Strictly Mundial – De 4 a 14 de dezembro, emSalvador. Reúne mostras artísticas, feira de artes (FALA), conferências e encontros e workshops. Realização do Instituto Cultural Casa Via Magia, em parceria com a Rede Latino-americana de Produtores Culturais e o Forum Europeu de Festivais de Música do Mundo. Inscrições e informações pelositewww.viamagia.com.br

Instituto Cultural Casa Via Magia
(71) 331-2759 – 247-0068
viamagia@viamagia.com.br


Comentários

  1. Avatar Deon costa disse:

    Caneco D’água
    Projeto do guitarrista poeta e cantor Deon Costa integrante da banda Lacertae projeto que da inicio a uma versão milenar, isto é uma concepção integrativa trabalhando-se o movimento e os sentidos, com esses elementos surge o caneco D’água de origem interna com músicos formados pela boa e pro pia vontade pessoal. A idéia do nome CANECO D’AGUA inspira-se no gestual do homem trabalhador sedento por água fresca, e do ato acolhedor de quem sacia essa sede.

  2. Avatar Mirna disse:

    Ola, achei super interesante o projeto q vc esta a frente em Valemtim no interior da Bahia ” O Passarinho mim contou” entrei na home da Casa Via Magia e n encontrei nada os materiais disponiveis acho q estão sem atualizações, como faço pra saber masi a respeito? .Grata